COMO CONSEGUIR O QUE VOCÊ DESEJA | World Challenge

COMO CONSEGUIR O QUE VOCÊ DESEJA

Gary WilkersonOctober 15, 2018

Uma Mensagem Oportuna Sobre Uma Verdade Bíblica Eterna

Não muito tempo atrás, fui convidado para um almoço generoso em um amplo apartamento na cidade de Nova Iorque. Era uma bela casa, no vigésimo andar com uma ampla sacada e uma excelente vista da cidade. A mulher que sediou o evento fez um grande banquete, com deliciosos vegetais, saladas e lombo de porco.

Qualquer convidado naquele dia teria pensado que essa mulher era uma nova-iorquina rica e de alta renda, com uma posição executiva em uma empresa da Fortune 500 – ou, pelo menos, ter uma enorme herança. Mas a verdade era o oposto. Ela era uma mãe solteira em dificuldade, que quase perdeu seu apartamento anterior e, de repente, encontrou este que agora estava morando.

Enquanto nos levantávamos admirando a vista incrível, ela nos contou como seu desejo se concretizou.

“Eu estava morando em um apartamento menor neste mesmo prédio, e o aluguel estava subindo”, disse ela. “Eu não podia pagar. Eu já estava cansada. Cada parte de Nova Iorque está ficando mais cara, e me dei conta de algo horrível: eu tinha que desenraizar a minha filha e mudar da cidade. Eu tinha que procurar um lugar para morar no norte do estado e enfrentar um longo trajeto para o meu trabalho na cidade”.

“Minha filha ia perder todos os seus amigos”, ela continuou. “E nós não poderíamos vir à igreja aqui sem um esforço terrível”. Então a situação dela piorou: todas as cidades dentro da distância pequena também tinham aluguéis exorbitantes. Ela começou a se desesperar.

“Coloquei tudo nas mãos de Deus”, disse ela. “Eu disse: ‘Senhor, Tu sabes o que eu preciso: um lugar para morar com minha filha. Mas Tu também sabes o que eu desejo. Eu desejo que minha preciosa filha mantenha suas amigas. E quero ficar em nossa igreja – compartilhar a vida com as pessoas que nos amam e que nos apoiam. Eu não quero perder esses presentes bons e perfeitos com o qual Tu nos abençoaste’”.

Ela orou isso enquanto estava no elevador em seu prédio. Ao entrar no saguão, o superintendente do prédio acenou para ela. “Você é quem está procurando um novo lugar, certo?”, ele disse. “Bem, algo acabou de abrir”. Ele a levou para o apartamento que ela está morando agora, com a ampla varanda com vista para a cidade. “Não sei o porquê”, disse ele, “mas o aluguel para esse lugar é menor do que o seu apartamento atual. Você quer este apartamento?”.

Ela queria isso? Ela ficou maravilhada com a misericórdia extravagante de Deus! Ela precisava de abrigo – mas ela queria mais pela sua filha, por ela mesma e por seus relacionamentos. O Senhor satisfez as suas necessidades, como ele faz para todos nós, segundo as suas riquezas na glória: “O Meu Deus suprirá todas as vossas necessidades segundo as suas riquezas na glória em Cristo Jesus” (Filipenses 4:19, ESV).

No entanto, Deus também atendeu seus desejos. Ela fez com que seus bons desejos fossem conhecidos pelo Senhor – e resposta de Deus abençoou não apenas a ela, mas também sua filha e sua amada comunidade de fé.

Falar sobre desejar coisas é um tabu para muitos Cristãos.

Conseguir o que queremos não é um tema comum entre muitos seguidores de Jesus. Mas, na realidade, tem tudo a ver com o caráter de Deus e como o compreendemos. Muitos de nós nos aproximamos do Pai como se ele só ouvisse orações por coisas “espirituais”. Mas Paulo diz que o cuidado de Deus cobre todos os aspectos de nossas vidas: “Meu Deus suprirá todas as suas necessidades” (minha ênfase).

Paulo acrescenta: “Ora, àquele que é capaz de fazer muito mais abundantemente do que tudo o que pedimos ou pensamos, segundo o poder que opera em nós” (Efésios 3:20, ênfase minha). Eu nunca fui bom em matemática, mas sei que “muito mais abundantemente” significa “muito”. A tradução NLT (The New Living Translation) leva isso ainda mais longe, dizendo que Deus “realizará infinitamente mais do que poderíamos pedir ou pensar”. “Infinito” é ainda mais que “muito”; está completamente além de nós.

Em resumo, Deus está interessado em muito, muito mais do que em satisfazer nossas necessidades. Quando Paulo usa as palavras “pedir ou pensar”, ele está se referindo aos nossos querer e desejos. Além disso, Paulo diz que Deus quer mais do que conceder nossos desejos – ele quer excedê-los. Então, se nós oramos para ter o nosso copo cheio, Deus quer fazê-lo transbordar – assim como ele fez com o apartamento da mulher. Você vê? Orar nossos desejos não é apenas sobre nós e nossa necessidade. É sobre conhecer um Pai bom e amoroso que se deleita em dar generosamente.                                                                                                                                               

Nós devemos imaginar Deus dessa forma. De fato, ele nos abençoa com uma imaginação para que possamos sonhar e desejar boas coisas dele. Quando eu estava crescendo, meu herói era o jogador de basquete do New York Knicks chamado Willis Reed. Quando desenvolvi minhas habilidades de fazer cesta, imaginei jogar como ele. Então, à medida que envelhecia e deixava de lado os sonhos da juventude, usava minha imaginação para desejar outras coisas: levar a Palavra de Deus às pessoas, conhecer uma boa mulher com quem eu me casaria, criar filhos que teriam um coração gentil e generoso. Nenhuma dessas coisas eram “necessidades”; eram desejos, paixões profundas do meu coração. E agradeço a Deus que todos eles vieram a acontecer por sua mão graciosa e amorosa.

Há uma realidade maravilhosa por trás do meu testemunho aqui. Isto é, muitos dos nossos desejos se originam com Deus. Isso é parte de seu trabalho contínuo de nos santificar: Enquanto andamos com ele, seu Espírito interior planta um desejo em nós de querer coisas boas. Como qualquer pai amoroso, Deus quer que nosso coração se alinhe com o dele, então seremos abençoados. E de acordo com Paulo, ele realiza isso “não nos empurrando, mas trabalhando dentro de nós, seu Espírito profundamente e gentilmente dentro de nós” (Efésios 3:20, A Mensagem).

Eu aprendi ao longo dos anos que Satanás coloca certo tipo de armadilha para os Cristãos fiéis.

Eu estou falando sobre os seguidores de Jesus que o diabo sabe que ele não pode tentar com pecados evidentes e grosseiros. Se ele não conseguir que eles sigam os maus desejos, ele fará com que eles acreditem que todos os desejos são maus. Se ele conseguir isso, eles abandonarão todo desejo – e se isolarão das bênçãos extravagantes de Deus.

Tiago aborda os maus desejos nos Cristãos: “O que está causando as discussões e brigas entre vocês? Elas não vêm dos maus desejos da guerra dentro de você?” (Tiago 4:1, NLT, minha ênfase). Mas Satanás torce esse versículo na mente de alguns Cristãos. Ele simplesmente remove a palavra “mau”, de modo que o verso diz: “Esses conflitos não vêm dos desejos dentro de vocês?” Em outras palavras, todos os desejos são maus. Portanto, se não queremos nada, não teremos conflitos.

Que mentira demoníaca. Nós devemos ser pessoas apaixonadas, desejando ver o reino de Deus na terra como no céu. Na verdade, esse era um dos meus desejos quando jovem: ser capaz de pregar a Palavra de Deus para levar as pessoas a uma vida abundante. Nenhum de meus anseios como um jovem – por uma esposa piedosa, por filhos bondosos, por sua unção para pregar – eram maus. Todos eles eram bons. E ele abençoou minha vida com todos eles, porque isso o agradou fazer.

Jesus diz isso clara e simplesmente em seu Sermão do Monte: “Se vocês, que são maus, sabem dar bons presentes a seus filhos, quanto mais o seu Pai que está nos céus dará coisas boas a quem lhe pedir!” (Mateus 7:11, minha ênfase). Pense sobre isso: em um de seus primeiros sermões públicos, Jesus nos incita a buscar coisas boas – e a trazer nossos desejos diante de um Pai que se deleita em nos responder.

Você acha que querer alguma coisa prova que você é egoísta ou materialista? Tiago aponta a tragédia disso: “Você não tem, porque você não pede” (Tiago 4:2, ESV). Talvez você esteja com medo de se aproximar de Deus, pensando que ele dirá: “Uau, isso é egoísmo! Você está pedindo demais. Eu vou atender suas necessidades, mas nada mais”. Não, este não é o jeito de Deus. Paulo diz o contrário: “Deus pode fazer qualquer coisa, você sabe – muito mais do que você poderia imaginar ou adivinhar ou pedir em seus sonhos mais loucos!” (Efésios 3:20, A Mensagem).

Nosso Pai não é um avarento mesquinho que acumula bênçãos e as retém porque nós não as merecemos. É hora de o seu povo vê-lo como ele realmente é – o Deus generoso e amoroso dos nossos sonhos mais loucos!

Escrevo isso para todo Cristão que sente que está levando uma vida infrutífera – e que deseja mudar.

Minha paixão é ver as pessoas viverem suas vidas ao máximo na abundância das bênçãos e graça de Deus. Enquanto o mundo está suspirando: “Graças a Deus é sexta-feira”, imagino cada Cristão acordando e dizendo: “Graças a Deus é segunda-feira! Eu posso me aquecer na alegria que Deus me deu. Eu posso amar as pessoas durante toda a semana. Eu posso compartilhar as Boas Novas de Jesus com todos”.

Nós todos sabemos que nem toda semana é assim. Certas épocas da vida são uma luta. No entanto, Deus usa até mesmo aquelas épocas para colocar um descontentamento em nossos corações, uma fome de ver sua bondade abundante – assim como a mulher do novo apartamento. Às vezes, essas épocas duram mais do que gostamos e aprendemos a confiar em Jesus através dela. Sim, mesmo aquelas épocas são para o nosso bem. Se você está nesse tipo de época, incentivo você a fazer três coisas:

  1. Elimine todos os desejos egoístas. Resista a todas as amarguras sobre o que você não tem. Busque o Senhor para que ele use esta época difícil para purificar seus desejos e sua percepção dele como um bom Pai. Ele substituirá sua amargura com desejo esperançoso.
  2. Ilumine todos os desejos bons e puros. Faça como Tiago insta e peça ao Senhor que satisfaça seus desejos. Identifique claramente o que você deseja – e depois conte a Deus. Todos os pais querem que seus filhos busquem coisas boas e agrada ao Senhor conceder os desejos a nós.
  3. Ative seus desejos. Não se sente apenas com seus desejos; aja em direção a eles. Isso pode significar estudar por eles, disciplinando-se, mostrando-se aprovado: “Faça o seu melhor se apresentar a Deus como um aprovado, um obreiro que não precisa se envergonhar” (2 Timóteo 2:15, ESV).

Eu não posso dizer isso mais claramente: Deus quer mais para nós do que queremos para nós mesmos. É hora de você deixar de lado toda vergonha e medo, e trazer todos os seus desejos para o Pai que te ama. Peça a ele essas coisas – e observe-o demonstrar seu amor extravagante para você diante de um mundo assombrado. Ele te abençoará além de qualquer coisa que você possa imaginar!

Download PDF